segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Perdas Necessárias



Sei que as perdas são necessárias na nossa existência, até mesmo para que nós amadureçamos, mas a verdade é que ninguém se prepara para perda alguma... Perder é sempre muito doloroso...

Quando perdemos familiares ou amigos, e digo perda material, é tão dolorido que fica rasgando a alma todo dia. A saudade da presença física da pessoa deixa a gente um tanto sem chão.

Eu tive perdas pessoais significativas nestes últimos quatro anos.... Primeiro meu pai, depois meu irmão e só este ano foram três amigos uma tia e uma avó postiças. Tantas perdas me deixam um pouco fora do ar, mas eu compreendo que para quem fica é triste, mas para quem retorna à sua verdadeira morada é feliz.

Temos perdas desde o momento que viemos ao mundo, primeiro porque deixamos nossa verdadeira morada para passar por uma experiência carnal, depois chega o momento de perder o peito da mãe, e depois vem a escola que nos separa da segurança maternal e pela vida a fora vamos tendo perdas e mais perdas, que nos fazem amadurecer.

As perdas são necessárias.... Precisamos aprender a conviver com elas!

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Amor ou acomodação?

É indispensável que tiremos um tempo para refletirmos sozinhos uma relação... Os dois precisam refletir e então ao chegarem no ponto em que descobrem o que rege a relação, conversar, entrar num acordo, pois nada mais triste que uma relação de acomodação, onde não existe mais carinho, nem mesmo vontade de estar junto, papo então é coisa inexistente, mas tem a acomodação aí no meio, o medo de recomeçar sem ter as coisas que o outro proporciona.... o relacionamento quando se torna rotineiro e não dá mais prazer e sim desgaste, já passou há muito tempo de um relacionamento de amor e virou um sentimento de posse e acomodação.
Eu acordo o outro está ali para me dar suporte, quando chego em casa sei que vou encontrar a pessoa e isto faz com que eu acomode, afinal é tão bom ter alguém...  Bom ter alguém? Sim se for um relacionamento de verdade onde além de respeito, haja lealdade, carinho, aceitação e amor.
E amor engloba o carinho, a aceitação do modo do outro, a não invasão nos desejos e vontades do outro, compartilhar momentos, ter um diálogo farto, defender a pessoa que se ama até debaixo d'água pra depois a sós comentarem juntos o que passou e assim entrarem em acordo e o outro se dar conta que se excedeu, enfim o amor é muito, mas muito mais do que dizer EU TE AMO.... Mas as relações começam com paixão, muitas vezes quando o amor aponta já estão começando a fase da acomodação e aí vai tudo por água abaixo.

É triste uma relação de acomodação, pois ambos se mutilam sendo que o mais acomodado acha bom, pois tenta fazer com que o outro pense que não conseguirá viver sem ele...
Eu acordo o outro está ali para me dar suporte, quando chego em casa sei que vou encontrar a pessoa e isto faz com que eu acomode, afinal é tão bom ter alguém...  Bom ter alguém? Sim se for um relacionamento de verdade onde além de respeito, haja lealdade, carinho, aceitação e amor.

É triste uma relação de acomodação, pois ambos se mutilam sendo que o mais acomodado é o que tem maior medo de começar uma vida sozinho, mas mesmo que  passando trabalho muitas vezes é mais  leal conosco mesmos e dá uma satisfação imensa começar do zero outra vez e chegar ao objetivo estipulado.

Não esqueça.... Melhor uma solidão sozinha do que uma solidão acompanhada.