domingo, 25 de dezembro de 2011

Natal em preto e branco

O Natal prá mim é assim em preto e branco...

Sei que é uma comemoração de aniversario... Não suporto festas de aniversario... Pessoa chata eu sou, alguns irão pensar ou falar... Tudo bem, posso ser mesmo, tenho minhas peculiaridades meus pensamentos próprios e todos eles bem fundamentados em minhas ideias e assumidos com veemência.

O Natal se tornou uma data muito comercial, poucas pessoas lembram do aniversariante e do que esta noite representa... Portanto creio que desejo um natal em preto e branco para todos aqueles que colaboram para fazer desta data algo comercial ou apenas de uma ceia sem sentido e um Feliz Natal para aqueles que reverenciam o aniversariante e sabem o significado real da data...

Tô melancólica, quem sabe depressiva... sei que o aniversariante é alguém muito importante e a Ele desejo um santo aniversario, um santo Natal... Mas me permito estar assim deprimida, solitária, mas sem esquecer de brindá-lo com um bom vinho, pois com certeza ele está sempre junto a mim e me conhece mais do que eu mesma...

Feliz aniversario meu irmão Jesus!!! Que a paz esteja contigo e que meu pai esteja festejando esta noite bem juntinho a ti!!!

sábado, 17 de dezembro de 2011

Singela Homenagem

Acordei nesta madrugada pensando em uma criatura que me faz refletir a vida todo dia... Pensei... Xô pensamento, é hora de dormir!!! Mas o pensamento remoía dentro da minha cabeça e eu então levantei, peguei meu not e vim deixar aqui a minha singela homenagem, digo singela, pois diante da grandeza desta pessoa, qualquer homenagem por mais pomposa que fosse se tornaria singela.

Minha Mestre, minha gurú, minha companheira de cafezinho, minha amiga... Ela é para mim tudo isto e muito mais que nem caberia neste blog e então precisei escolher uma delas para homenagear, e a minha homenagem vai.... Para Lú Albuqerque, a mãe protetora e supridora, a filha dedicada a sua maneira, a amiga que nunca te deixa na mão, enfim, a Lú pessoa!

Conheço a Lú há uns três anos, mas tempo suficiente para conhecer muito desta mulher guerreira, batalhadora, que luta por aquilo que deseja e consegue o que quer!

Uma mulher que já passou por muitas pisotiadas da vida, mas que não permitiu que nenhuma delas levasse a sua fé e a alegria de viver.

Quem convive comigo sabe, a última coisa que sou e um dia nunca serei(risos) é puxa saco, portanto se eu saí do meu berço nesta madrugada para vir escrever sobre Lú é porque ela merece isto e muito mais!!!

Uma mulher que não teve NADA de mão beijada, que lutou e suou sangue literalmente para criar um filho sózinha, para manter uma familia e para chegar a um passo da iluminação Espiritual!

Não digo aqui que ela já chegou na iluminação espiritual, pois se assim fosse os nossos Mestres amados já a teriam levado embora, então agradeço a estes Mestres e peço que a deixe mais um tempo conosco, nos dando exemplo de amor incondicional, de luta, de quebra de crenças negativas que nos fazem infelizes...

Lú... Não sei escrever bonito, só aquilo que sai do meu coração, sei que merecias uma homenagem bem escrita, mais elaborada, mas leva em conta que eu sou a tua discípula meio "Chaves", um pouco doidinha e afoita e que na verdade só queria dizer às pessoas que procurem te conhecer, pois tens uma alma muito maior do que imaginas!!!

Te amo!!!E te admiro como mãe, filha, mulher,amiga ,terapeuta....

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Proximidade demais com a família é um desgaste

São quase quatro horas da manhã e eu estou aqui divagando sobre familia...

Distância da familia é algo fundamental, há quem vá discordar de mim, mas eu cheguei a conclusão de que quando eu era completamente distante da minha familia, vivia a minha vida da forma com que achava a mais correta para mim, eu era muito mais livre e feliz do que sou hoje!

Antes eu vivia por mim, não dava satisfações a ninguém, afinal sou maior, vacinada, "bipolar", mas na minha... Ninguém me visitava, eu visitava muito pouco, sabia quase nada deles,eles menos ainda de mim e estava sempre bem e feliz.

Foi quando me dei conta de que meus pais já não eram tão novinhos, que eu precisava estar mais perto deles, conviver com estas pessoas lindas e maravilhosas de um carater ilibado e de uma bondade extrema, só que com eles vieram os agregados, os irmãos.... Estes ainda novos, não que estejam livres de algo acontecer e fazerem a passagem mais cedo, mas é diferente, pai e mãe é quem te deu a vida, precisas estar por perto, irmãos nem sempre são amigos, são apenas irmãos.

Comecei a conviver mais com a familia, minha vida foi exposta, meu transtorno também, cada um tem sua opinião própria para os acontecimentos, cada qual quer saber mais de ti como se estivesse dentro da tua vida, da tua cabeça, quando na maior parte das vezes não sabem nem o que se passa na delas e isto vai me deixando cada vez mais revoltada....

Não conseguia me dar conta o motivo que separava a minha tão boa vida, a minha felicidade,deste tempo tão instável e infeliz, mas dai me dei conta, era a proximidade da  familia... Convivio demais... Invadem teu mundo com suas opiniões, dilaceram as tuas idéias e te transformam em quem não és....

Meu pai fez a passagem em fevereiro deste ano, estive com ele em todos os momentos, inclusive nas duas últimas horas de vida... Que bom que tive esta oportunidade... Mas agora...

Um copo de coca cola, minha mãe e um papo furado, é tudo o que  me interessa quando se trata de familia!!


Vou voltar a viver eremitamente, anti social como sempre fui, o que vivo é meu, só meu, eu quem deve prestar conta quando for para outra dimensão, ninguém mais...  Portanto, a partir de hoje, só papo furado com minha mãe e o resto é o resto...

Vou viver à minha maneira, como acho correto viver, sem prestar contas do que vivo, com quem vivo, o que faço, ou deixo de fazer...

Sou feliz assim... Desapegada do material e também do carnal... Só me apego a espíritos, matérias vão de um jeito e voltam de outro... Numa existência homens noutras mulheres... O que vale é o interior de cada um...

O meu eu, mais uma vez pertencerá a mim e às poucas pessoas que tiverem o privilégio de fazer parte do meu seleto mundinho.


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Querer ser o melhor

Creio que ande meio amarga com o mundo e com as pessoas. Não suporto quem pensa que seu filho é o melhor e que faz por onde se salientar, demosnstrando e desfazendo das dificuldades dos outros.

E não é só com isto que ando amarga, a gente imagina ter amigos, amigos família, ou familia amiga, mas acaba te dando conta de que és um fardo para elas, que na verdade gostariam apenas de venerar seus filhos prodígio em detrimento dos outros.

Eu sempre disse que além de uma mãe, tive sempre uma irmã mãe... Me decepcionei... Tô órfã de irmã mãe, agora só tenho mãe e tenho que cuidar dela com todo o amor que me cabe no coração e não como certas pessoas da família que apenas acham que fazem a obrigação. Já falei aqui, obrigação não tem valor, quem tem valor é o amor e o desprendimento.

Admiro cada vez mais a irmã que passa mais trabalho na vida, seja financeiro, seja mental ou com os filhos, ela aceita não ter os melhores filhos do mundo, embora à maneira deles eles sejam, valoriza a vida e aceita e perdoa os erros de cada um. Nem fica triste com a sobrinha que a mãe quer fazer ser melhor do que é.

É muito fácil ser o melhor apontando sempre o defeito alheio... Tenho pena do dia em que a perfeitinha se tornar ausente como a outra perfeitinha fez.

Mas cada um vem ao mundo aprender e quando aprendemos não precisamos mais passar pela mesma experiência, mas tem quem não aprenda e repita sempre.

Assim é com as doenças, ela vem para nos trazer aprendizado, se nos curarmos é porque aprendemos aquela lição e não mais passaremos por ela, mas se ao contrário não aprendermos, ela persistirá, nos tirará a alegria de viver e em outra existência voltará para que aprendamos.

Não somos um "espírito" experimentando a matéria... Somos matéria "experimentando o espírito."

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Pessoas sanguessugas

Vocês conhecem aquele bichinho chamado sanguessuga né? Suga o sangue da gente, terrível não? Pior ainda são as pessoas sanguessugas disfarçadas pelo mundo a fora... Gente disfarçada de flor de doçura e meiguice, gente disfarçada de pobrezinha, mas que na verdade vai sugando a energia vital do outro, a sua energia financeira e por aí vai... Pior é quando esta sanguessuga faz parte da vida da gente e não conseguimos ver!!! Sim pois achamos que quem é família não explora família e aí está o grande erro,pois é onde mais acontece de existirem sanguessugas disfarçadas... Pessoas fracas ou então que sentem mais do que os outros para sair atrás de algo que remunere, pois não é vergonha nenhuma ganhar o pão trabalhando no que  quer que seja, vergonha mesmo é usar as pessoas e manipulá-las de acordo com que as mesmas tenham obrigação.

Vamos largar de lado a maniplulação, a sanguessuga e fazer por si, cada um veio ao mundo para lutar e ser cada vez melhor, ajudar aqueles que de uma forma ou de outra são excluídos e não aqueles que acham que são melhores e se sentem bem em receber e não ter que lutar!!!